quinta-feira, 23 de julho de 2009

De vez em quando a vida

Durante quinze dias vou estar de férias, ausente do contacto com os meus amigos e visitantes deste blog. Pensei que nada melhor para comemorar esta partida para férias do que deixar aqui um poema e uma música. O autor deste lindo poema (e música), De vez em quando a vida -« De vez en cuando la vida» - é Joan Manuel Serrat - e podemos ouvi-la aqui ao lado no You Tube: copiar o título original, colocá-lo no rectângulo e clicar em search. Espero que seja do vosso agrado. Eu gosto muito!



De vez em quando a vida beija nossa boca

e em cores se espalha que nem atlas.

Nos passeia pelas ruas em carroça

e nos sentimos em boas mãos.



Se faz à nossa medida e gruda ao nosso passo

e tira um coelho da velha cartola

e somos como crianças

quando saem da escola.



De vez em quando a vida toma comigo café

e está tão bonita que gosto de vê-la.

Solta o cabelo e me pede

pra sair com ela à cena.



De vez em quando a vida se oferece nua

e nos brinda um sonho tão delicado

que é preciso ter cuidado

pra não quebrar o feitiço.



De vez em quando a vida afina o seu pincel.

Arrepia nossa pele e faltam palavras

prá dizer o que oferece

aos que sabem usá-la.



De vez em quando a vida brinca com a gente

e acordamos sem saber o que se passa

chupando palito, sentados,

acima de uma cabaça.

6 comentários:

  1. Então Boas Férias, filho da escola. Que descanses muito e te divirtas mais ainda, são os meus desejos.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado,
    Filho da Escola. Espero que também tu, Carlos, te divirtas da melhor forma possível. Com férias inventadas ou não, como eu...Ou não fosse a vida uma invenão!
    Um abração

    ResponderEliminar
  3. olá amigo dionisio

    bonita cançao e super serrat,,

    obrigado

    boas e felizes ferias..


    um abraço

    braulio desde barcelona

    ResponderEliminar
  4. Boas, visite este blog que comecei algum tempo depois do 1º encontro do DFE4, mas que depois por falta de tempo não continuei.

    http://4dfe-fuzileiros.blogspot.com/
    Que tal alguém pegar nele, e introduzir nele algumas informações mais?

    Infelizmente, vou informar, caso alguns de vós não o saibam, que o vosso camarada 16399 (Fernando Bento de Sousa - de Alcobaça - se encontra gravemente doente)razão pela qual ele não tem comparecido aos encontros.
    No entanto posso dizer-vos que tem por todos vós uma enorme AMIZADE!

    "UM HOMEM SÓ MORRE QUANDO OS OUTROS O ESQUECEM"

    ResponderEliminar
  5. as melhoras para o amigo.

    coragem vamos ......

    um abraço

    ResponderEliminar
  6. Ao Agostinho Maduro e Alvaro, os meus agradecimentos pelos votos de melhoras do meu pai.
    Posso-vos dizer a todos (4ºDFE) que os reencontros foram para ele de muita importância, pois conseguiu afastar alguns fantasmas que o apoquentavam.
    A todos o meu OBRIGADO.
    Helder de Sousa

    ResponderEliminar